quinta-feira, 5 de julho de 2012

O Veneno está na Mesa

O novo documentário do diretor Silvio Tendler analisa como a indústria de agrotóxicos (chamado por eles de defensivos) está dominando o Brasil. Os argumentos são os velhos conhecidos como sem agrotóxicos não seria possível plantar a mesma quantidade de alimentos.

O mais interessante é ver como o sistema funciona incentivando o uso desses produtos altamente tóxicos e também das sementes geneticamente modificadas (GM). Por exemplo acho que poucos sabem que os agrotóxicos são subsidiados pelo governo brasileiro através de 60% de insenção de impostos. Além disso para o agricultor conseguir empréstimo no banco ele precisa mostrar as notas de compra dos agrotóxicos e sementes GM para fins de seguro junto ao banco. Se ele escolher não usar esses produtos ele não consegue o empréstimo com juros menores através dos programas governamentais.

Não é à toa que o preço dos orgânicos é maior, tornando-os inacessíveis para a grande maioria da população.

Quando aparecem notícias relacionadas ao assunto nos jornais a impressão que passa é que os agricultures, grandes ou pequenos, escolhem usar agrotóxicos ou sementes GM para aumentar sua produção. Com certeza tem aqueles que fazem isso usando até produtos que são banidos no Brasil e não se iluda a regulamentação brasileira é bem mais fraca que a europeia e dos EUA, se foi banido aqui é porque não deveria ser usado em hipótese alguma. Mas para muitos, se tivessem a opção mudariam para a agricultura orgânica, principalmente no caso dos pequenos agricultores porque eles trabalham diretamente com a terra e sente os efeitos desses venenos na própria pele, literalmente, enquanto os grandes contratam pessoas para isso e muitas vezes nunca nem foram nas suas plantações.

Um documentário que todos deveriam assistir.


Nenhum comentário:

Postar um comentário